YorkShire

YorkShire Terrier
Filhotes de YorkShire em Curitiba

Esse Terrier miniatura é envolto em uma suntuosa pelagem, dividida por uma risca no meio, como se fosse uma peruca.

País de origem do Yorkshire é o Reino Unido;

Função original é de cão de colo;

Altura Média do macho 22 cm e da Fêmea 20 cm;

Peso Médio entre 2 kg e 4 kg;

Expectativa de vida média entre 12 a 16 anos;

Adaptabilidade
Nível de afeição
Bom para apartamento
Tendência de latir
Amigável com gatos
Amigável com crianças
Amigável com cães
Necessidade de exercícios
Espaço necessário
Tosa
Problemas de saúde
inteligência
Gosto por brincadeiras
Queda de pelo
Necessidade social
Amigável com estranhos
Territorialista
Facilidade de treinamento
Cão de guarda
Tolerância ao frio
Tolerância ao calor

A raça Yorkshire Terrier possui o temperamento típico de um terrier de companhia. É um cão alerta, vivaz, muito inteligente e está sempre bem disposto. É um cão ativo, curioso e superprotetor. Apesar do seu pequeno porte, não pode ser considerado um cão de temperamento submisso e justamente por seu tamanho e fragilidade, não é o cão mais recomendado para famílias que tenham crianças pequenas em casa. Por outro lado, são maravilhosos companheiros, especialmente para os adultos que passam um bom tempo em casa, ou ainda para famílias com crianças mais velhas.
Muito inteligente, é um cachorro de fácil adestramento. Desenvolvido originalmente como uma raça de trabalho, o Yorkshire terrier é obediente e gosta de trabalhar para o seu dono. Como se trata de um cão ativo e com muita energia, precisa exercitar-se regularmente. Precisa ser estimulado através das brincadeiras, treinamento de obediência, caminhadas, e demais atividades para manter sua mente ocupada. Dessa forma, o cachorro desta raça deve mostrar-se calmo, tranquilo e extremamente companheiro.

O Yorkshire Terrier, por ser um cão de porte pequeno, pode se exercitar dentro de casa, mas também precisa ter uma interação na forma de jogos. Um cão ativo, precisa ter seus momentos em um parque ou lugar mais amplo para se movimentar.

Eles adoram caminhadas na coleira e a chance de explorar uma área segura. Por terem um passado caçador e trabalhador, não permitir que esses cães possam explorar e esperar que eles fiquem presos em um apartamento vai contra o bem estar desse animal tão livre.

Com certeza absoluta não é o tipo de cachorro que pode viver fora de casa e precisa de um lugar seguro e confortável para chamar de seu.

Ele não aceita bem temperaturas nem muito quentes nem muito frias.

Apesar de ser um cão pequeno, é um animal muito confiante e independente. Por isso, mantê-lo no colo, apesar de ele ser considerado por alguns grupos como uma raça Toy, não é indicado. Essa prática só iria criar problemas comportamentais.

Todos os filhotes são fofos, mas cada um tem sua personalidade individual que o diferencia dos demais. Para tentar prever o temperamento quando adulto, vale ficar atento ao nível da atividade do filhote (um filhote muito agitado provavelmente será um adulto agitado), como o filhote reage à presença de pessoas (importante para saber se ele é dominante), além de sempre levar em conta as recomendações do criador.